Volta ao Mundo

0

Texto: Guilherme Dantas

Estive em Madrid no final de fevereiro, começo de março. O clima não poderia ser melhor. A cidade, ampla e convidativa para caminhadas não passava de 14°C, sem chuva, o que tornava tudo muito agradável. Um dos grandes centros culturais europeus que concentra museus com obras de espanhóis e artistas de outros países famosos o suficiente para ocupar o tempo daqueles que procuram arte. Não faltam Mirós, Velasques e El Grecos nos principais museus. São eles: Thyssen Bornemizsa, Reina Sofia e Prado. Apesar de toda a fama do último, o Reina Sofia impressiona na entrada, na estrutura do prédio e no acervo. Todos possuem lojinhas nas suas saídas para presentes bem bacanas para os amigos, sempre na temática “arte”, ou seja, sempre impressiona.Museo Reina Sofia

Mas não só de museus vive Madrid. A culinária espanhola, caprichadíssima em temperos, agrada a todos. São tapas (entrada típica que vai do quente ao frio, dos peixes às carnes, servidas sobre torradas ou pães), presuntos crus, oucrudos, da melhor qualidade e vinhos! Os vinhos, baratos e fartos, encontram-se em todas as refeições e pode-se confiar nos vinhos de mesa, são sempre ótimos! Em Madrid se encontra o restaurante mais velho do mundo, segundo o Guiness Book, o Botin. Vale a visita pelo prédio que apresenta vários cômodos em aposentos subterrâneos e pelos pratos típicos saborosíssimos. No outro extremo é possível saborear o mais moderno da cozinha espanhola em restaurantes estrelados no alto de prédios de onde o pôr-do-sol faz uma bela companhia (como no StreetXO, no alto do shopping El Corte Inglés) ou em sequencias incríveis nos famosos jantares degustação do Adolfo.

Seleção de tapas
A cidade oferece o serviço de aluguel de bicicletas pela prefeitura e torna-se muito agradável visitar os parques dessa forma. O serviço é barato e o cadastro é feito nas próprias estações de bicicleta. Um bom passeio é o do Parque do Prado. Nele é possível apreciar os belos jardins de árvores surrealistas ou alugar um bote para remar no lago. Outro passeio interessante, mais um pouco distante é o Matadero. Um centro cultural onde exposições e espetáculos acontecem sempre em uma grande arena com uma série de galpões.Parque do Prado

Outra coisa incrível de Madrid é o sistema de transporte. Metrô amplo e que cobre praticamente toda parte da cidade. Ainda é possível acessar os trens rápidos na estação Atocha e chegar a cidades próximas em pouquíssimo tempo graças aos trens de alta velocidade! Chega-se em Toledo em 30 minutos e até Barcelona em 2 horas!Estações de metrô

Para os boleiros, o Estádio Santiago Bernabéu é uma atração à parte. Aberto à visitação, pode-se conhecer toda a estrutura do monumento dedicado ao futebol, com seus museus, lojas e até um passeio pelo gramado e, posso garantir: mesmo para quem não dá muito valor a esse esporte, vale a pena tirar um tempo e bater perna por lá.Estádio Santiago Bernabéu

Enfim, um passeio incrível, dos melhores destinos europeus, no qual pretendo voltar um dia!

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta